IMPRESSÃO DIGITAL PERMITE TATO APURADO DE SERES HUMANOS, DIZEM FRANCESES

Além de firmeza no toque, marcas auxiliam na captação de detalhes. Saliências amplificam sinal que é enviado para o cérebro.

As impressões digitais que todos temos nas mãos não servem apenas para identificar criminosos, afirma um grupo de pesquisadores franceses. Além de dar firmeza à mão na hora de agarrar objetos, elas também ajudam a detectar texturas delicadas e pequenos objetos por meio do tato. A conclusão, obtida por um grupo do Laboratório de Física Estatística da Universidade Paris-6, envolveu experimentos com dois “dedos” artificiais, um com impressões digitais simuladas, outro sem. O que eles viram é que as impressões servem como uma espécie de filtro para os detalhes muito pequenos de uma superfície explorada com o tato — detalhes equivalentes a espessura de um dedo humano. Com isso, as impressões digitais fortalecem a sensação de tato captada pelo cérebro. A pesquisa está na revista “Science” desta semana.

Fonte: G1